“MEU CANTO”

SANDY
Foto: Miga fofa que foi comigo Raquel Ribeiro

“Eu lhe dou o meu canto / Nesse canto que é tão meu” é assim, atrás de uma porta que projeta sua sombra, que Sandy convida seus fãs a entrarem no seu canto.

O prelúdio dá início a nova turnê “Meu Canto” que estreou na última quinta-feira (5), com casa lotada no Tom Brasil, em São Paulo.

O palco conta com uma produção visual mais elaborada do que as turnês que a antecederam (Manuscrito e Sim). Com elementos que remetem a uma casa de máquinas com engrenagens e quadros em movimento, causando um belo impacto visual. É um cenário realmente lindo e que demonstra todo o cuidado da cenografia de Zé Carratu em “traduzir” as músicas poéticas de Sandy em impressão visual.

sandy-177486cenario

Sandy continua entregando ao seu público o seu melhor: seu canto! E eu senti, particularmente, que nessa turnê ela está explorando mais sua potência vocal. Ela está menos contida, mais espontânea e mais segura.

A nova música “Salto” é a que mais demonstra a potência vocal de Sandy. Antes de começar a cantar, ela diz: “Tem música que a gente compõe e tem música que a gente arranca de dentro da gente”. E então ela apresenta uma melodia que vai ganhando força até estourar com o poderoso refrão: Me decifra e me traduz / Nas minhas sombras você vê a luz / Você sabe tudo e tudo bem / O que eu sou de verdade / E só presa a você eu me sinto em liberdade.

É também o melhor repertório até agora (apesar de ter saído “Quem eu Sou” e a minha preferida “Tempo”). Somente músicas da carreira solo, duas da dupla (‘Nada é por acaso’ e ‘Desperdiçou’) e dois covers (sendo “All Star” um dos melhores covers que ela já fez, e “Luciana”, uma belíssima homenagem ao seu avô que faleceu recentemente).

Os pontos negativos do show de estreia ficam por conta do volume dos instrumentos que nas primeiras músicas pareciam se sobrepor a voz, e parte da plateia que insistia em ficar em pé no momento que deveria ser o mais emocionante, a homenagem ao avô. “Luciana” era uma das músicas preferidas de Zé do Rancho, avô de Sandy. E é ao avô que a cantora dedica a canção enquanto um feixe de luz ilumina o banco vazio.

No próximo mês será lançado em DVD da turnê “Meu Canto” com direção de Raoni Carneiro e cenografia de Zé Carratu.

Fiquem com o vídeo lindíssimo da nova música de trabalho que conta com a participação do Tiago Iorc ‘Me Espera’.

assinaturablogcorreta

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s